terça-feira, 18 de julho de 2017

La Cita Encendida - Mikel Alvira, Rosa Puente e Renata Carneiro




























La Cita Encendida nasce de um processo criativo concebido, desenvolvido e encimado por três artistas, Renata Carneiro, Rosa Puente e Mikel Alvira.
O resultado deste processo apresenta-se em peças autónomas que, mediante o diálogo estilístico e conceptual que mantêm entre si, geram uma composição coerente, harmoniosa e inspiradora.

Emanada pela inquietude dos três, La Cita Encendida é fruto de um percurso que se inicia em Madrid, num encontro onde a criatividade é encarada como o motor vital da junção dos três artistas. Cresce então a vontade, a quase necessidade, de criar algo em equipa a seis mãos, de maneira que o objecto final seja o fruto de um processo de criação individual reflectindo o colectivo.


Acendem nesta mostra.

Para este projecto, Renata Carneiro, dá o primeiro passo, que é criar os suportes (tecidos) nos quais depois se irá intervir. Esta artista portuguesa, conhecida pela sua obra elegante e delicada, equilibrada e requintada, compõem então uma serie de figuras no tecido a partir da técnica de cianotipia, autênticas obras individuais, peças que por si só constroem um universo, o universo estético da artista. Linhas subtis, motivos florais, geométricos, breves pinceladas abstractas…


O passo seguinte é o momento onde o escritor espanhol Mikel Alvira, que assume as rédeas da Cita Encendida mediante uma intervenção literal nas superfícies das obras de Renata Carneiro. Versos manuscritos, às vezes palavras soltas, apenas aforismos num baile gráfico acompanhando os traços da artista. Não importa a informação que apresentam, não procuram fascinar com o seu conteúdo, apenas pretendem dialogar com a obra desde à grafia, à tinta e não tanto à história narrada.

Temos então uma colecção de obras trabalhadas por Renata no Porto e por Mikel em Bilbao. Um trabalho metódico, reflectido, quase atmosférico mas, ao mesmo tempo, compulsivo e audaz. Ela sabia que ele manipularia a sua obra; ele sabia que não existia traço para o arrependimento.

Vários quadros de formato pequeno, dois livros de artista … e um longo tecido comprido pensado para ser concebido como uma instalação, emergindo de uma máquina de escrever como uma onda impertinente que alcança o espectador e que se une ao ícone (a máquina) com o espaço vital de quem observa.



Por fim chega a vez de Rosa Puente, polifacetada artista plástica espanhola residente em Paris. Será aí, na capital francesa que se irá concluir o processo de criação, mediante a intervenção do tecido de Renata, escritas por Mikel. Formas criadas com linhas, adereços e intervenções com textura… Todo o imaginário impulsivo e brilhante de Rosa posto ao serviço de uma exposição que, com o toque de várias mãos, culmina da melhor forma possível.



Estamos, assim, diante de uma mostra completa, multidisciplinar, arrojada e, por sua vez, reflectiva. Uma mostra em que cada artista trouxe a sua visão singular do seu processo criativo, com as suas ferramentas e com suas perspectivas, mas, sobretudo, com a liberdade absoluta no momento de manipular cada peça.

segunda-feira, 17 de julho de 2017

quinta-feira, 6 de julho de 2017

La Cita Encendida




La Cita Encendida nasce de um processo criativo concebido, desenvolvido e encimado por três artistas, Renata Carneiro, Rosa Puente e Mikel Alvira.
O resultado deste processo apresenta-se em peças autónomas que, mediante o diálogo estilístico e conceptual que mantêm entre si, geram uma composição coerente, harmoniosa e inspiradora.

Emanada pela inquietude dos três, La Cita Encendida é fruto de um percurso que se inicia em Madrid, num encontro onde a criatividade é encarada como o motor vital da junção dos três artistas. Cresce então a vontade, a quase necessidade, de criar algo em equipa a seis mãos, de maneira que o objecto final seja o fruto de um processo de criação individual reflectindo o colectivo.


Acendem nesta mostra.

Para este projecto, Renata Carneiro, dá o primeiro passo, que é criar os suportes (tecidos) nos quais depois se irá intervir. Esta artista portuguesa, conhecida pela sua obra elegante e delicada, equilibrada e requintada, compõem então uma serie de figuras no tecido a partir da técnica de cianotipia, autênticas obras individuais, peças que por si só constroem um universo, o universo estético da artista. Linhas subtis, motivos florais, geométricos, breves pinceladas abstractas…


O passo seguinte é o momento onde o escritor espanhol Mikel Alvira, que assume as rédeas da Cita Encendida mediante uma intervenção literal nas superfícies das obras de Renata Carneiro. Versos manuscritos, às vezes palavras soltas, apenas aforismos num baile gráfico acompanhando os traços da artista. Não importa a informação que apresentam, não procuram fascinar com o seu conteúdo, apenas pretendem dialogar com a obra desde à grafia, à tinta e não tanto à história narrada.

Temos então uma colecção de obras trabalhadas por Renata no Porto e por Mikel em Bilbao. Um trabalho metódico, reflectido, quase atmosférico mas, ao mesmo tempo, compulsivo e audaz. Ela sabia que ele manipularia a sua obra; ele sabia que não existia traço para o arrependimento.

Vários quadros de formato pequeno, dois livros de artista … e um longo tecido comprido pensado para ser concebido como uma instalação, emergindo de uma máquina de escrever como uma onda impertinente que alcança o espectador e que se une ao ícone (a máquina) com o espaço vital de quem observa.



Por fim chega a vez de Rosa Puente, polifacetada artista plástica espanhola residente em Paris. Será aí, na capital francesa que se irá concluir o processo de criação, mediante a intervenção do tecido de Renata, escritas por Mikel. Formas criadas com linhas, adereços e intervenções com textura… Todo o imaginário impulsivo e brilhante de Rosa posto ao serviço de uma exposição que, com o toque de várias mãos, culmina da melhor forma possível.


Estamos, assim, diante de uma mostra completa, multidisciplinar, arrojada e, por sua vez, reflectiva. Uma mostra em que cada artista trouxe a sua visão singular do seu processo criativo, com as suas ferramentas e com suas perspectivas, mas, sobretudo, com a liberdade absoluta no momento de manipular cada peça.

quinta-feira, 29 de junho de 2017

domingo, 18 de junho de 2017

segunda-feira, 29 de maio de 2017

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Mini Print Paraná - Argentina

Mini Print Paraná 2016 - Inaugura dia 2 de Junho no Museu Artemio Alisio na Argentina.










El Ministerio de Cultura y Comunicación a través del Museo Artemio Alisio invitan a la inauguración del MINIPRINT INTERNACIONAL PARANÁ 2016, cuya idea, coordinación y organización estuvo a cargo de Luis Bourband.
El mismo se inaugurara el 2 de junio de 2017 a las 20,00 hs en Sarmiento 612 de C. del uruguay, Entre Ríos, Argentina.

Jurados: Profesor Luis Alberto Salvarezza, Arquitecto Marcelo Vázquez, Arquitecto José Luis Saffer, Profesor Claudio Osan y Profesor Guillermo Hennekens. 

Cinco Premios: RYSZARD BALÓN (Polonia), “Between heaven and earth”, intaglio- KARINA KOPCZYNSKA-JANISZEWSKA (Polonia), “Barón Munchausen”, intaglio- ADRIANA LUCACIU (Romania), “The dream”, aguafuerte agua tinta, C3-C5 - WERÓNIKA SIUPKA (Polonia),“Staircase”, etching- REGINA ZIRALDO (Argentina), “Los pensadores”, linóleo. 

Cinco Menciones Especiales: BABISCIA BÁRBARA FALLINI (Italia), “Yes, I’m me!”, etching- MARCELLE BENHAMOU (Francia), “Le premier homme II”, Inks- CELESTE FERNÁNDEZ MEDIAVILLA (Argentina), “Guerrera jaguar”,xilo collage ”- RAKESH BANI (India), “Harmony I”, etching- MARCELA MIRANDA (Italia), “In dubis abstine”, xilografía .

PARTICIPANTES: 
ARGENTINA: Acosta, Rubén Darío,. Acuña, Cristina. Adorni, Analía. Aguilar, Marcelo Oscar. Alba Gentile, Edgardo. Albornoz, María Florencia. Angrisani, Andrea Sol. Araujo, Lorena Paula. Araujo, María. Árbol, Ivanna. Balart, Alicia Ester. Bascourleguy, Alfonsina. Bauer, Julieta. Baz, Silvina. Benchetrit, Laura. Bértola, María Cristina. Blasbalg, Silvana. Bocca, Silvia Bogo, Irene. Bono, Noé. Brienza, Antonia Liliana . Buschiazzo, Carmen Adriana. Cáceres, Modesto. Canale, Manuel Eduardo. Carambia, Alejandra. Caro, Lucía. Castro, Telma del Carmen. Ceconi, Graciela. Chauvet, Patricia. Chicopar, Laura. Cribani, Paula, Coneh, Carlos. Daghero, María Antonella. Damonte, Sergio Javier. Daneri, Marta Alejandra. Delhez, Iván. Díaz, Mario Lisandro. Dolz, Juan Martín. Donati, Nelly. Escot, Claudia. Estrada, María del Rosario. Erman, Ana. Fernández Fichter, Gonzalo Martín. Fernández, Geraldhyne. Fernández Mediavilla, Celeste. Fichter, Liliana Elsa. Friedrich, Amalia. Frois, Valeria Carolina. García, Claudia. García, Valeria Astrid. Gelso, Ana María. Gondar, Alejandra. Guglielmi, Natalia Carolina. Guizzardi, María Luján. Gauvry, Floki. Hasenauer, Yanina. Herbón, Patricia. Herbón, Raquel. Heredia, Cecilia. Kleiner, Diana. Ledesma Magni, María Lorena. Lissa, Silvia. Lorenzini, Silvia Karina. Lovera Laspiur, Elvira. Macovaz, Blancanieve. Makrucz, Marcela. Mahler, Melanie. Mamani, Cindy. Mari-Campo, Cristina Martinetto, Fabián Pedro. Martínez, Pamela. Marty, Carla Andrea. Massone, María. Mauriño, Mariela. Medina, Patricia Medina, Sofía. Metivié, Mariángeles. Morado, Luis. Moyano García, Andrea Viviana. Nisi, Miriam Gladys. Oldani, Stella Maris. Olijavetsky, Ida. Pacciarini, Inés. Palacio, Matías. Pampín, Mabel. Paredes Zilveti, Sonia. Passalia, Jorge Oscar Paz, Hilda. Pego, Teresa Lucía. Pezzani, Claudia. Piga, Dino Oscar. Pisani, Liliana Noemí. Polito, Fernando. Ponzano, Regina. Puzino, Laura Inés. Quinteros, Susana. Renna, Liliana. Rocca, Irma Paulina. Rodriguez Russo, Laura. Rolfo, Alicia Magdalena. Rossi, Dora Beatriz. Rossi, Rosana del Valle. Rosso Hagemann, stela Avelina. Saccomano, María Blanca. Saigg Reffino, Carlos. Sales, Malisa. Salvatierra, Nidia Guillermina. Santana, Silvia Raquel. Santander, Yésica Andrea. Schroeder, Marta. Silvestri, Mara. Suardi, María. Suárez, Mirta Rosa. Tascher Weigandt, María Gabriela Tejeiro, Marta Elena. Tissone, Majo. Torchetti, Andrea. Torres de Torres, Elba María. Valdano, Silvia María Vaccarezza, Cecilia. Vergara, Gladys. Vicari, María Alicia. Villarreal, Luciana. Zamora, Rosana Elizabeth. Ziraldo, Regina Zuttión, Graciela Beatriz. AUSTRALIA: Wilkinson, Cleo / AUSTRIA: Angerhofer, Bercht/ BÉLGICA: Baeyens, Martín Wilmet, Laurent/ BRASIL: Bandeira, Francisco. Carvalheira, Cristina. Dalolio, Andrea. Ipirajá, Gerson. Nascimento, Carlos. Pamplona, Djenane. Pires, Jussara. Tomaz, Silvano. CANADÁ: Boulanger-Michaud, Irène. Dubuc, Carmen. Ouellet, Michèle/ CHILE: Bahamonde, Puppele. Femenías Von Willigmann, Víctor. Gutiérrez Osorio, Sebastián Clover. Vallejos Sagredo, Cristóbal Alejandro. COLOMBIA: Alzate Rendón, María Camila. Bueno Rivas, Natalia Sofía. Corredor Garlan, Alejandra. Cujar Kidston, Andrea Carolina. Ferreira Torrado María Eugenia. García Coco, César González Córdoba, Yeraldine Granada Álvarez, Santiago Guerrón Franco, María Mercedes. Libreros Gómez, Manuela. Lizcano, Mariana. Miranda Tröger, Melannie Ella. Nuñez Olaya, Natalia Andrea. Ocampo López, Paula Andrea. Orejuela, Katherine. Pari Pari, Lisbeth Mallerly. Rodriguez Amaya, Constanza Ofelia. Rodriguez Jaimes, Julio César. Rojas, Margarita. Salazar Manrique, Nelson. Tenorio, Lorena. Velasco, Laura. Villa Avila, Michel. Villegas Alzate, Ximena. COREA: Baik, Kumnam. CUBA: González Álvarez, María Teresa. Lamothe Duribe, Luis. Moré Abreu, Magnolia. Reyes Romeu, Jesús Roberto. ECUADOR: López Guevara, Fernando. Salazar Villegas, Susana de la Cruz. Villacis Castillo, Martha Ruth. ESPAÑA: Castro, Adriano. Marcet, Montse. Puertas Fezia, Andrea. Rodríguez Roura, Elvira. Soler Claveras, Francesc. FRANCIA: Benhamou, Marcelle. Dargent, Marie Marpsat, Maryse. Verme-Mignot, Olga. HUNGRÍA Biró, Ildikó. Madarasi, Jòzsef. Pál, Csaba. INDIA: Bani, Rakesh. Jindal,Ishu. ITALIA: Fallini, Babiscia Bárbara. Miranda, Marcela. MACEDONIA: Jovanovska, Ana. MÉXICO: Alcocer Flores, Juan. Arias, Marcela. Ayala Rodríguez, Pablo. Navarro Cortez, Ignacio. Sánchez Vergara, Mónica. MONTENEGRO: Jovancov, Jelena. NORUEGA: Larsen, Torill Elisabeth. PERÚ: Garay Terrazas, Julio. Ladd Ochoa, Betsabé Alexandra. Oshiro Kochi, Héctor Kouji. Palomino Huamaní, Iván Ciro. Sanchez Balboa, Alexander. POLONIA: Aszkowski, Rajmund. Balón, Ryszard. Cywicki, Lukasz. Delekta, Eugeniusz. Delekta, Pawel Kopczynska-Janiszewska, Karina Krolikowski, Henryk. Radzikowska, Elzbieta. Siupka, Weronika. Szplit, Magda. Wos, Czeslaw. PORTUGAL: Carneiro, Renata. REPÚBLICA CHECA: Minár, Jaroslav. RUMANIA: Constantinescu, Roxana. Jakabhazi, Alexandru. Lucaciu, Adriana. Petca, Ovidiu. Schupler, Alfred. Selejan, Elena Felicia. SERBIA: Kezele, Snezana. Molnar, Mirko. TURQUÍA: Anil, Ayse. Bilge, Canan. Erdogan, Nurten. Erte, Aysen. Günaydin, Gülden. Gürses, Dilara. Kiranoglu, Ayse Gül. Öktem, Tülay. Özdemir, Meral. Pilavoglu, Neriman. Sonmez, Nazan. Uras, Betül. Vildan, Yildiz. Yildiz, Güler. UCRANIA: Agirba, Ruslan. Khuda, Solomiya. Kravchuk, Khrystyna. Myroshnychenko, Maryana. Pilipushko, Bogdan. URUGUAY: Vera, Fernando Marcelo. VENEZUELA: Abreu Torres, Laura Sofía. Alvarado Pirela, Nory Teresa. Andarcia, Jorge Rafael. Bastidas, Carmelo. Contreras Herrera, Sharay Andreína. Cuevas Peña, Elsymar Hidelene Dugarte Franco, Robert Jesús Manuel. Espluga, Nelson. García, Julio. García Maldonado, Edwin Güerere, Simón Guillén Rojas, Maryoley Dayana. Gutiérrez Fernández, Oscar Enrique Hincapié López, Ariadna Valeria Machado, Eddy Marín Bermudez, Gerardo Alfonso. Márquez Pérez, Dayana Paola. Moreno Parra, Anny Gabriela. Niño, María. Ortega, María. Palazzi Colmenares, Carlos. Paredes, Marcos. Parra Briceño, Jony Joseré. Peña Rivas, Frank Anyirson. Peraza Fuentes, Jesús Johany. Ramirez Montilla, Enmaly. Ramirez Peña, Diego Andrés. Rangel Fernández, Denny David Rincones, Fabio. Rodriguez, Brigitt. Rodríguez Rodríguez, Tania Cristina. Rondón, Omar. Rojas Pérez, Elizabeth. Rosales García, Sharah Ruiz García, Dioconda del Rosario Terán Añez, Ana Isabel. Urrieta Quintero, Yosmer José. Vargas, Arianna. Villalobos Túa, Gerardo Manuel Zerpa Rondón, Clariz Rocío

quarta-feira, 24 de maio de 2017

sábado, 20 de maio de 2017

Wedding Drawing

Before and After - China ink / gold impression 

sexta-feira, 12 de maio de 2017

sexta-feira, 28 de abril de 2017

4ª Bienal Internacional Mulheres D ' Artes






"De onde elas nascem" e seus textos

                                                           
Onde reside a forma? Onde habitam os limites?
Olhas-me. Olho-te.
Ambas roçamos o universo da outra; ambas ultrapassámos o limite das nossas criações
Olho-te.
Ambas sabemos que somos mais se somos duas.
Olhas-me.
Ambas sabemos.
Onde vive o abraço do objecto e do vazio?
Olhas-me. Olho-te.
Ambas acreditamos em nós mesmas.
Nós mesmas individuais.
Nós mesmas mulheres.
Nós mesmas nas nossas mãos.
Olhas-me. Olho-te.
Ambas sabêmo-lo.
Ambas vêmo-nos.
Ambas crescemos e criamos o que acreditamos.


                                                               MikelAlvira 








Renata Carneiro, Rosa Puente. Duas Visões, dois mundos, dois nus.
Um nu, um nu atmosférico e autêntico. O outro, um nu complexo de paixões selvagens.
Um nu, que se solta lentamente oferecendo subtilezas e algodões. O outro, dramático e teimoso.
Os dois nus têm algo de enigmático, bastante fascinante. Um nu é a representação mínima do abraço, um cruzamento de caminhos, um reboliço caótico a partir do criar. Um nu que se pode desatar mas que não desata necessariamente. Um nu que é um marco. Um nu, que a obra de Rosa Puente e a obra de Renata Carneiro criam, não é possível sem enredo, nem sem a generosidade da dupla.
Assim fazem estas duas artistas. Dobram-se, enredam-se, ficam tensas e afrouxam-se para criar uma exposição sólida, justa e honesta. Ambas se contorcem até dar o melhor de elas mesmas, flexíveis e seguras, aparecendo a partir das seus pigmentos um universo onde o subtil se veste de força e a força se evapora em deliciosas atmosferas.

                                                                                                              MikelAlvira